De acordo com o estudo “O preço do turismo médico: as implicações legais da cirurgia no exterior”, divulgado no site da Revista da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, o turismo médico – viagem para o exterior com a finalidade de realizar procedimentos médicos – vem crescendo cada vez mais no mundo.

O texto revela que, antes, pacientes de áreas carentes com pouco acesso a cuidados médicos avançados viajavam para áreas urbanas modernas, onde existiam tecnologias sofisticadas. No modelo atual, um fluxo reverso é a tendência, e pacientes de países altamente desenvolvidos viajam para países menos desenvolvidos buscando alternativas de economia de custos para procedimentos eletivos ou experimentais que não estão disponíveis em seu país de origem.

De acordo o site, em julho de 2017, uma operação no turismo médico custava 4% em comparação ao preço americano, mas e se resultasse em 100% de complicações ou a morte? “Mais de 15 milhões de pacientes nos Estados Unidos buscam assistência médica internacional, representando uma indústria de 50 bilhões de dólares em 2017”. Os números absurdos refletem qualquer tipo de procedimento médico; por exemplo, “a substituição de uma válvula cardíaca na Índia é de 6% do custo dos EUA, e uma substituição de joelho na Tailândia é de 20% do que se pagaria no mercado norte-americano”, revela o texto.

A pesquisa tem como objetivo principal discutir as implicações legais do turismo médico, segurança dos pacientes, relatar casos, o impacto financeiro e a carga que a medicina do turismo coloca na sociedade.

A ABCRC divulgou o estudo justamente por repudiar qualquer tipo de procedimento realizado por não médicos e de maneira precária. A entidade, que tem como objetivo informar a população sobre as boas práticas em restauração capilar, ressalta a importância de procurar um profissional capacitado antes de realizar qualquer procedimento. Pesquise seu médico em sites oficiais, confirme se ele possui o título que afirma ter e não realize procedimentos baratos em locais e países despreparados. Preze por sua saúde e segurança.

No topo do nosso site, é possível procurar por profissionais em todo o Brasil e garantir, assim, que você será atendido por um cirurgião plástico ou dermatologista devidamente capacitado.