Apresentamos abaixo alguns dos principais termos que irão ajudar a compreender a restauração do cabelo.

Alopecia: O termo médico para calvície.

Alopecia androgenética: O padrão mais típico de calvície, em que a perda de cabelo é causada por fatores hereditários e influenciada por hormônios.

Área doadora: Área de onde serão extraídas as unidades foliculares (ou mediante ressecção de uma faixa de tecido ou por extração individual) para realização do implante. Em geral, é a região do couro cabeludo atrás das orelhas e ao redor da parte de trás da cabeça, onde folículos pilosos são geneticamente programados para permanecerem intactos e crescerem ao longo da vida.

Área receptora: Área onde ocorreu a perda de cabelo, onde os folículos pilosos serão implantados cirurgicamente.

Calvície de padrão feminino: Padrão de calvície hereditária que afeta as mulheres, tipicamente caracterizada por uma diminuição no volume do cabelo em toda a cabeça e/ou perda de cabelo na parte frontal do couro cabeludo, atrás da linha do cabelo. Clique aqui para saber mais.

Calvície de padrão masculino: Condição hereditária que afeta homens e causa miniaturização gradual dos cabelos e sua eventual perda. Clique aqui para saber mais.

Cirurgia de redução da alopecia: Procedimento que remove tecido da área calva da coroa. O couro cabeludo existente ao redor é descolado e esticado para cobrir o local. Em certos casos, este procedimento pode ser repetido mais de uma vez ou pode ser realizado com o uso de “expansor de tecido”. Também chamada de redução do couro cabeludo. Raramente indicada nos dias de hoje. Clique aqui para saber mais.

Cirurgia de retalho do couro cabeludo: Procedimento que remove tecido da área calva do couro cabeludo. Uma faixa de tecido próxima e repleta de fios é descolada, levantada e costurada para cobrir a área calva. Clique aqui para saber mais.

Coroa: A área na parte mais superior da cabeça que contém um padrão de redemoinho ou espiral de crescimento do cabelo. Também chamado de “vértice” ou “tonsura”. Em muitos casos, é a primeira área onde a calvície masculina é notada.

Correção da linha do cabelo ou linha fina: Também chamado de refinamento da linha fina, é um procedimento que implanta fios na linha onde o couro cabeludo encontra a testa, para tornar mais natural a aparência do cabelo após transplantes feitos com técnicas antigas, que muitas vezes resultavam em tufos espaçados de fios ou “cabelo de boneca”.

Densidade: Quantidade de fios de cabelo por cm2. É um importante critério de avaliação da área doadora.

Domínio do doador: Conceito que propõe que os folículos de cabelo transplantados da área doadora continuarão a crescer na área receptora.

Economia capilar: Teoria que afirma que há uma oferta limitada ou decrescente de unidades foliculares que podem ser retiradas da área doadora, mas a demanda por cabelo aumenta à medida que a calvície se desenvolve.

Enxerto de cabelo: unidade ou conjunto de folículos pilosos que foram extraídos da área doadora e estão prontos para serem implantados na área receptora. O número de folículos por enxerto pode variar dependendo da técnica utilizada. Um enxerto pode conter um único folículo de cabelo, uma única unidade folicular ou múltiplas unidades foliculares.

Enxerto de unidade folicular: O enxerto composto por uma unidade folicular. Em inglês “single hair graft”.

Enxerto em tira: Faixa estreita de couro cabeludo retirada de área com bom volume de cabelos a ser implantada em uma fenda na área calva, criada por meio de uma incisão. Não é mais usado.

Enxerto multi-unidade (MUG): Enxerto contendo com mais de um fio, em geral de 2 a 6. É obtido a partir da área doadora com um microfuro (micropunch) ou dissecção. É um termo mais atual para micro ou minienxerto. Veja também “Implante multi-unidade”.

Enxerto redondo: O primeiro tipo de enxerto criado para o transplante de cabelo. Equivale a um círculo de tecido repleto de cabelos, que será implantado como está em outra região ou do qual serão extraídos os enxertos de unidade foliculares. Causa efeito “cabelo de boneca”.

Expansor de tecido: Um dispositivo em forma de balão, que pode ser usado para ampliar o couro cabeludo. Clique aqui para saber mais.

Extração de unidade folicular (FUE): Extração de unidade folicular é um método de extrair unidades foliculares individuais da área doadora, uma de cada vez, usando uma técnica de excisão por furo (punch). Cada furo usado para extrair unidades foliculares individuais tem em geral 0,8 – 1mm de diâmetro ou menos.

Folículo piloso ou capilar: Complexo que inclui um fio cabelo e a sua raiz. Clique aqui para saber mais.

Implante multi-unidade: transplante de cabelo com enxertos multi-unidade. Os enxertos podem ser inseridos na área receptora em pequenos furos ou mesmo fendas lineares, no caso de enxertos em forma de faixa. Em geral são usados em combinação com transplante de unidades foliculares.

Microenxertia de unidade folicular: Um método pelo qual um grande número de unidades foliculares são colhidas da área doadora pela retirada de uma faixa ou elipse de tecido, que é microscopicamente dissecada em enxertos contendo unidades foliculares individuais.

Miniaturização: Processo pelo qual o cabelo vai se tornando cada vez mais fino e curto, resultando em sua perda e consequente calvície. Clique aqui para saber mais.

Redução de couro cabeludo: Veja ” Cirurgia de redução de couro cabeludo.”

Recesso fronto-temporal: Também chamado de “entrada”, muitas vezes é a principal queixa do paciente pois aumenta a distância entre a linha capilar e a fisionomia.

Retalho do couro cabeludo ou Rotação de retalho: veja “Cirurgia de retalho do couro cabeludo”.

Sistema ARTAS: É um robô que auxilia na extração de unidades foliculares.

Têmporas ou área temporal: Área do couro cabeludo localizada nas laterais, que pode recuar com a idade.

Transplante de cabelo: Técnica cirúrgica que transfere folículos pilosos de uma área da pele ou couro cabeludo para outra. Também chamada de cirurgia da restauração capilar.

Unidade follicular (UF): uma unidade folicular é um agrupamento que ocorre naturalmente na pele, de um, dois ou três (e, raramente, quatro) folículos pilosos. A média é de 2,4 cabelos por unidade folicular.

Velos: cabelo muito fino e curto, similar a uma penugem. Nos últimos estágios do processo de miniaturização ou perda de cabelo, os fios tornam-se velos.

Vértice: Veja “coroa”.